• ANTOLOGIA NEURÓTICA
  • BANANEWS!
  • CANTINHO DO PSEUDISMO
  • CARTA ABERTA
  • CHARGES DO BENETT
  • COOL de "A" a "Z"
  • DIÁRIOS DO ARAN
  • FAZENDO MÉDIUM
  • HORÓSCOPO
  • LISTAS
  • MARCHA DA HISTÓRIA
  • MEME PERDIDO
  • MIMIMILLENNIAL
  • O FALCÃO DILMÊS
  • PENSAMENTOS ESTÚPIDOS
  • REPÚBLICA INDICA
  • ROME PAGE
  • SOLDA CÁUSTICO
  • TELMA LUÍZA
  • TERREIRO DO PAI SIGMUND
  • TIRAS DO JÃO
  • TURISTAS NA REPÚBLICA
  • VENDAVAL DE EMOÇÕES
  • CANTINHO DO PSEUDISMO

    Denise Rossi

    PEDALA QUE LÁ VEM PSEUDICE!

    3ddccd2a3160754eb78fcfaa49486d40

    Nosso leitor Maurício Alves nos enviou essa pérola da pseudice publicada no blog Belo Horizonte Cycle Chic – Bicicleteiros estilosos de BH. A nota do blog é do dia 12 de março e se refere à “Pedalada Pelada”, evento mundial no qual ciclistas saem pelados pela rua para expor a fragilidade dos seus corpos num mundo mau cheio de carros e caminhões.

     

    O episódio de repressão a nudez traz à tona a visão entendimento social não-laico a respeito do corpo.  A leitura do corpo nú, e a repressão começou no Brasil pelo massacre branco europeu cristão à populações indígenas que tinham na nudez o conceito de corpo e sua representatividade. Corpos nus em um país tropical era uma afronta na visão dos misóginos e machistas colonizadores.”

    (SOTERO,Polícia Militar ameaça prender ciclistas e impede manifestação mundial em BH

     

     

    No entanto, apesar da pseudice, o RdB se solidariza com os naked bikers. O conservadorismo da família mineira fez com que os belo-horizontinos perdessem um belo espetáculo… Olha só nossa galeria.

     

    • Londres, UK
      Londres, UK
    • Cape Town, África do Sul
      Cape Town, África do Sul
    • Bristol, UK
      Bristol, UK
    • Filadélfia, EUA
      Filadélfia, EUA
    • Londres, UK
      Londres, UK
    • Cidade do México, México
      Cidade do México, México

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    PEDALA QUE LÁ VEM PSEUDICE!

    Nosso leitor Maurício Alves nos enviou essa pérola da pseudice publicada no blog Belo Horizonte Cycle Chic – Bicicleteiros estilosos de BH. A nota do blog é do dia 12 de março e se refere à “Pedalada Pelada”, evento mundial no qual ciclistas saem pelados pela rua para expor a fragilidade dos seus corpos num mundo mau cheio de carros e caminhões.

     

    O episódio de repressão a nudez traz à tona a visão entendimento social não-laico a respeito do corpo.  A leitura do corpo nú, e a repressão começou no Brasil pelo massacre branco europeu cristão à populações indígenas que tinham na nudez o conceito de corpo e sua representatividade. Corpos nus em um país tropical era uma afronta na visão dos misóginos e machistas colonizadores.”

    (SOTERO,Polícia Militar ameaça prender ciclistas e impede manifestação mundial em BH

     

     

    No entanto, apesar da pseudice, o RdB se solidariza com os naked bikers. O conservadorismo da família mineira fez com que os belo-horizontinos perdessem um belo espetáculo… Olha só nossa galeria.

     

    • Londres, UK
      Londres, UK
    • Cape Town, África do Sul
      Cape Town, África do Sul
    • Bristol, UK
      Bristol, UK
    • Filadélfia, EUA
      Filadélfia, EUA
    • Londres, UK
      Londres, UK
    • Cidade do México, México
      Cidade do México, México

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    PEDALA QUE LÁ VEM PSEUDICE!

    PEDALA QUE LÁ VEM PSEUDICE!

    Nosso leitor Maurício Alves nos enviou essa pérola da pseudice publicada no blog Belo Horizonte Cycle Chic – Bicicleteiros estilosos de BH. A nota do blog é do dia 12 de março e se refere à “Pedalada Pelada”, evento mundial no qual ciclistas saem pelados pela rua para expor a fragilidade dos seus corpos num mundo mau cheio de carros e caminhões.

     

    O episódio de repressão a nudez traz à tona a visão entendimento social não-laico a respeito do corpo.  A leitura do corpo nú, e a repressão começou no Brasil pelo massacre branco europeu cristão à populações indígenas que tinham na nudez o conceito de corpo e sua representatividade. Corpos nus em um país tropical era uma afronta na visão dos misóginos e machistas colonizadores.”

    (SOTERO,Polícia Militar ameaça prender ciclistas e impede manifestação mundial em BH

     

     

    No entanto, apesar da pseudice, o RdB se solidariza com os naked bikers. O conservadorismo da família mineira fez com que os belo-horizontinos perdessem um belo espetáculo… Olha só nossa galeria.

     

    • Londres, UK
      Londres, UK
    • Cape Town, África do Sul
      Cape Town, África do Sul
    • Bristol, UK
      Bristol, UK
    • Filadélfia, EUA
      Filadélfia, EUA
    • Londres, UK
      Londres, UK
    • Cidade do México, México
      Cidade do México, México

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    É O FESTIVAL LOLLAPALOOZA DO TEXTO DIFÍCIL SOBRE O NADA, GENTE!

    pseudismo

    Você pensa que o PSEUDISMO foi embora, ele enganou você!

    É só começar algum festival de música pop, que o pseudismo sai do armário e sai sambando pelos jornais.

    Na falta de um Rock’n’ Rio, até um Loolapalloza serve.

    Olha só que chique:

    As velhas discussões sobre a divisão entre eletrônico e orgânico, rock e house, riff e bit, real e programado soaram, durante dois dias, lamentações à beira de um muro combalido, ajudado a ser desfeito por Duran Duran nos anos 1980 a golpes de Notorius”.

    (SOBOTA, Guilherme; CARVALHO; João Paulo; MARIA, Júlio e ANTUNES, Pedro in “O estouro da bolha

    (Caderno 2, O Estado de S. Paulo, 27 de março de 1017)

     

    E agora os nossos comentários: pô, e a gente achando que era só um festival de música pop…

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    É O FESTIVAL LOLLAPALOOZA DO TEXTO DIFÍCIL SOBRE O NADA, GENTE!

    Você pensa que o PSEUDISMO foi embora, ele enganou você!

    É só começar algum festival de música pop, que o pseudismo sai do armário e sai sambando pelos jornais.

    Na falta de um Rock’n’ Rio, até um Loolapalloza serve.

    Olha só que chique:

    As velhas discussões sobre a divisão entre eletrônico e orgânico, rock e house, riff e bit, real e programado soaram, durante dois dias, lamentações à beira de um muro combalido, ajudado a ser desfeito por Duran Duran nos anos 1980 a golpes de Notorius”.

    (SOBOTA, Guilherme; CARVALHO; João Paulo; MARIA, Júlio e ANTUNES, Pedro in “O estouro da bolha

    (Caderno 2, O Estado de S. Paulo, 27 de março de 1017)

     

    E agora os nossos comentários: pô, e a gente achando que era só um festival de música pop…

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    É O FESTIVAL LOLLAPALOOZA DO TEXTO DIFÍCIL SOBRE O NADA, GENTE!

    Você pensa que o PSEUDISMO foi embora, ele enganou você!

    É só começar algum festival de música pop, que o pseudismo sai do armário e sai sambando pelos jornais.

    Na falta de um Rock’n’ Rio, até um Loolapalloza serve.

    Olha só que chique:

    As velhas discussões sobre a divisão entre eletrônico e orgânico, rock e house, riff e bit, real e programado soaram, durante dois dias, lamentações à beira de um muro combalido, ajudado a ser desfeito por Duran Duran nos anos 1980 a golpes de Notorius”.

    (SOBOTA, Guilherme; CARVALHO; João Paulo; MARIA, Júlio e ANTUNES, Pedro in “O estouro da bolha

    (Caderno 2, O Estado de S. Paulo, 27 de março de 1017)

     

    E agora os nossos comentários: pô, e a gente achando que era só um festival de música pop…

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    SPFW ABRE TEMPORADA DE PSEUDICES INTELECTUAIS

    e0e4d57f5d2689bca1cf9044cf2b1cc2

    Como acontece todo ano, a SPFW (São Paulo Fashion Week) aponta a tendência da pseudice intelectual para a temporada outono-inverno.

    Mais uma vez, o prédio da Bienal, em São Paulo, se transforma em uma passarela para cichês, pretensão fashion e repórteres da “Ilustrada“.

    Veja um compacto com o melhor da pseudice até o momento.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    SPFW ABRE TEMPORADA DE PSEUDICES INTELECTUAIS

    Como acontece todo ano, a SPFW (São Paulo Fashion Week) aponta a tendência da pseudice intelectual para a temporada outono-inverno.

    Mais uma vez, o prédio da Bienal, em São Paulo, se transforma em uma passarela para cichês, pretensão fashion e repórteres da “Ilustrada“.

    Veja um compacto com o melhor da pseudice até o momento.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    SPFW ABRE TEMPORADA DE PSEUDICES INTELECTUAIS

    Como acontece todo ano, a SPFW (São Paulo Fashion Week) aponta a tendência da pseudice intelectual para a temporada outono-inverno.

    Mais uma vez, o prédio da Bienal, em São Paulo, se transforma em uma passarela para cichês, pretensão fashion e repórteres da “Ilustrada“.

    Veja um compacto com o melhor da pseudice até o momento.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    LIBERDADE É PERDER A FORMA, IGUAL A UM JEANS VELHO E DESBOTADO

    Monkey-face-palm

    O CANTINHO DO PSEUDISMO é igual “Resident Evil“: quando todo mundo pensa que acabou, a franquia renasce!

    O nosso convidado de hoje é um veterano de pseudices, mas como ele vive se superando, a gente vive repetindo.

    Solta o som, Caçulinha!

    Ser livre é ser um só na multiplicidade de várias vozes. No entanto, faz parte das ilusões fundamentais da noção moderna de indivíduo acreditar que me torno eu mesmo em sua maior perfeição principalmente quando exerço a lei que me julga.

     (…)

    “Liberdade é abrir-se a uma heteronomia sem servidão. Seria melhor pensar assim. Isso nos deixaria mais aptos a ouvir aquilo que nos atravessa sem nunca adquirir a forma de nós mesmos”.

     

    (VLADIMIR SAFATLE, “Somos livres quando somos capazes de nos abrir ao que nos controlamos?”, Folha de S. Paulo, 27 de janeiro)

     

    E AGORA A SENSACIONAL TRADUÇÃO PSEUDISMO-PORTUGUÊS: Hãã… olha, a gente também não entendeu picas. Se a gente descobrir, a gente conta, pode deixar.

     

     

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    LIBERDADE É PERDER A FORMA, IGUAL A UM JEANS VELHO E DESBOTADO

    O CANTINHO DO PSEUDISMO é igual “Resident Evil“: quando todo mundo pensa que acabou, a franquia renasce!

    O nosso convidado de hoje é um veterano de pseudices, mas como ele vive se superando, a gente vive repetindo.

    Solta o som, Caçulinha!

    Ser livre é ser um só na multiplicidade de várias vozes. No entanto, faz parte das ilusões fundamentais da noção moderna de indivíduo acreditar que me torno eu mesmo em sua maior perfeição principalmente quando exerço a lei que me julga.

     (…)

    “Liberdade é abrir-se a uma heteronomia sem servidão. Seria melhor pensar assim. Isso nos deixaria mais aptos a ouvir aquilo que nos atravessa sem nunca adquirir a forma de nós mesmos”.

     

    (VLADIMIR SAFATLE, “Somos livres quando somos capazes de nos abrir ao que nos controlamos?”, Folha de S. Paulo, 27 de janeiro)

     

    E AGORA A SENSACIONAL TRADUÇÃO PSEUDISMO-PORTUGUÊS: Hãã… olha, a gente também não entendeu picas. Se a gente descobrir, a gente conta, pode deixar.

     

     

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    LIBERDADE É PERDER A FORMA, IGUAL A UM JEANS VELHO E DESBOTADO

    O CANTINHO DO PSEUDISMO é igual “Resident Evil“: quando todo mundo pensa que acabou, a franquia renasce!

    O nosso convidado de hoje é um veterano de pseudices, mas como ele vive se superando, a gente vive repetindo.

    Solta o som, Caçulinha!

    Ser livre é ser um só na multiplicidade de várias vozes. No entanto, faz parte das ilusões fundamentais da noção moderna de indivíduo acreditar que me torno eu mesmo em sua maior perfeição principalmente quando exerço a lei que me julga.

     (…)

    “Liberdade é abrir-se a uma heteronomia sem servidão. Seria melhor pensar assim. Isso nos deixaria mais aptos a ouvir aquilo que nos atravessa sem nunca adquirir a forma de nós mesmos”.

     

    (VLADIMIR SAFATLE, “Somos livres quando somos capazes de nos abrir ao que nos controlamos?”, Folha de S. Paulo, 27 de janeiro)

     

    E AGORA A SENSACIONAL TRADUÇÃO PSEUDISMO-PORTUGUÊS: Hãã… olha, a gente também não entendeu picas. Se a gente descobrir, a gente conta, pode deixar.

     

     

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    APRENDA A SURFAR NA ONDA CONSERVADORA

    c917c3a65c8a8d5132339cc1c9d6c59b

    Fujam para as montanhas! Uma avassaladora ONDA CONSERVADORA™  invade nossas praias, trazendo entulhos reacionários e muitas garrafas pet.

    A maré subiu bastante com o resultado das eleições para prefeito e invadiu até uma crítica de teatro (huahuahuahua) na Folha de São Paulo.

    Mas o tsunami de clichê já avançava firme desde 2015 nos sites, jornais, colunas e pensatas acadêmicas.

    O CANTINHO DO PSEUDISMO fez uma antologia com os melhores momentos da ONDA CONSERVADORA™.

    Olha só:

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    APRENDA A SURFAR NA ONDA CONSERVADORA

    Fujam para as montanhas! Uma avassaladora ONDA CONSERVADORA™  invade nossas praias, trazendo entulhos reacionários e muitas garrafas pet.

    A maré subiu bastante com o resultado das eleições para prefeito e invadiu até uma crítica de teatro (huahuahuahua) na Folha de São Paulo.

    Mas o tsunami de clichê já avançava firme desde 2015 nos sites, jornais, colunas e pensatas acadêmicas.

    O CANTINHO DO PSEUDISMO fez uma antologia com os melhores momentos da ONDA CONSERVADORA™.

    Olha só:

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    APRENDA A SURFAR NA ONDA CONSERVADORA

    Fujam para as montanhas! Uma avassaladora ONDA CONSERVADORA™  invade nossas praias, trazendo entulhos reacionários e muitas garrafas pet.

    A maré subiu bastante com o resultado das eleições para prefeito e invadiu até uma crítica de teatro (huahuahuahua) na Folha de São Paulo.

    Mas o tsunami de clichê já avançava firme desde 2015 nos sites, jornais, colunas e pensatas acadêmicas.

    O CANTINHO DO PSEUDISMO fez uma antologia com os melhores momentos da ONDA CONSERVADORA™.

    Olha só:

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    AS ASSOCIAÇÕES CONDICIONADAS, O FURO LACANIANO E O MELHOR DO CARNAVAL

    unbelievably-cute-laughing-monkeys-7-600x430

    E lá vamos nós de novo para mais um maneiríssimo CANTINHO DO PSEUDISMO.

    Como de hábito, feito dizia o padre para a freira, a coisa foi publicada na “Ilustríssima”, da Folha de S. Paulo.

    E vamos ao pseudismo de hoje, senhores e senhoras. Som na caixa, Caçulinha!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    AS ASSOCIAÇÕES CONDICIONADAS, O FURO LACANIANO E O MELHOR DO CARNAVAL

    E lá vamos nós de novo para mais um maneiríssimo CANTINHO DO PSEUDISMO.

    Como de hábito, feito dizia o padre para a freira, a coisa foi publicada na “Ilustríssima”, da Folha de S. Paulo.

    E vamos ao pseudismo de hoje, senhores e senhoras. Som na caixa, Caçulinha!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    AS ASSOCIAÇÕES CONDICIONADAS, O FURO LACANIANO E O MELHOR DO CARNAVAL

    E lá vamos nós de novo para mais um maneiríssimo CANTINHO DO PSEUDISMO.

    Como de hábito, feito dizia o padre para a freira, a coisa foi publicada na “Ilustríssima”, da Folha de S. Paulo.

    E vamos ao pseudismo de hoje, senhores e senhoras. Som na caixa, Caçulinha!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    EDVARD MUNCH, HAROLDO DE CAMPOS E O MELHOR DO CARNAVAL

    laughing-chimp

    É tipo assim, uma lei cósmica. É só encontrar uma bobagem pro nosso CANTINHO DO PSEUDISMO que surge outra igual, tão apoteótica quanto a primeira. O que prova que a pseudice talvez seja um vírus, igual ao da gripe, que quando pega um, pega geral.

    Essa pseudice é uma sugestão do Luiz Marcondes, amigo do povo aqui do site.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    EDVARD MUNCH, HAROLDO DE CAMPOS E O MELHOR DO CARNAVAL

    É tipo assim, uma lei cósmica. É só encontrar uma bobagem pro nosso CANTINHO DO PSEUDISMO que surge outra igual, tão apoteótica quanto a primeira. O que prova que a pseudice talvez seja um vírus, igual ao da gripe, que quando pega um, pega geral.

    Essa pseudice é uma sugestão do Luiz Marcondes, amigo do povo aqui do site.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    EDVARD MUNCH, HAROLDO DE CAMPOS E O MELHOR DO CARNAVAL

    É tipo assim, uma lei cósmica. É só encontrar uma bobagem pro nosso CANTINHO DO PSEUDISMO que surge outra igual, tão apoteótica quanto a primeira. O que prova que a pseudice talvez seja um vírus, igual ao da gripe, que quando pega um, pega geral.

    Essa pseudice é uma sugestão do Luiz Marcondes, amigo do povo aqui do site.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O FILME É UMA MERDA, MAS O DIRETOR É GENIAL

    ??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

    Cinéfilos! Seresteiros! Namorados! Correi! O CANTINHO DO PSEUDISMO voltou!

    Quando você pensa que a pseudice foi embora, ela renasce das cinzas, como uma fênix mística, mítica e delirante.

    Esquindô, esquindô!

     

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O FILME É UMA MERDA, MAS O DIRETOR É GENIAL

    Cinéfilos! Seresteiros! Namorados! Correi! O CANTINHO DO PSEUDISMO voltou!

    Quando você pensa que a pseudice foi embora, ela renasce das cinzas, como uma fênix mística, mítica e delirante.

    Esquindô, esquindô!

     

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O FILME É UMA MERDA, MAS O DIRETOR É GENIAL

    Cinéfilos! Seresteiros! Namorados! Correi! O CANTINHO DO PSEUDISMO voltou!

    Quando você pensa que a pseudice foi embora, ela renasce das cinzas, como uma fênix mística, mítica e delirante.

    Esquindô, esquindô!

     

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    ANTICIENTÍFICO É A SUA MÃE, AQUELA VÉIA ORTODOXA!

    Chimpanzee with Hand Over Eyes

    Hoje tem pseudismo? Hoje tem, sim senhor! Hoje tem marmelada? Hoje tem, sim senhor!

    Rufem os tambores, pois o CANTINHO DO PSEUDISMO vai entrar no excitante mundo do debate econômico!

    Som na caixa, maestro!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    ANTICIENTÍFICO É A SUA MÃE, AQUELA VÉIA ORTODOXA!

    Hoje tem pseudismo? Hoje tem, sim senhor! Hoje tem marmelada? Hoje tem, sim senhor!

    Rufem os tambores, pois o CANTINHO DO PSEUDISMO vai entrar no excitante mundo do debate econômico!

    Som na caixa, maestro!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    ANTICIENTÍFICO É A SUA MÃE, AQUELA VÉIA ORTODOXA!

    Hoje tem pseudismo? Hoje tem, sim senhor! Hoje tem marmelada? Hoje tem, sim senhor!

    Rufem os tambores, pois o CANTINHO DO PSEUDISMO vai entrar no excitante mundo do debate econômico!

    Som na caixa, maestro!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    BRASIL LEVA MEDALHA DE OURO EM PSEUDISMO E AZEDUME!

    sad-monkey-and-images-pictures

    Como é gostoso ser brasileiro! É muita emoção, Brasil-il-il! O esporte de maior prestígio na nossa gloriosa nação acaba de ganhar Medalha de Ouro na Olimpíada do Rio! Tiro? Vôlei? Futebol? Nada disso! Estamos falando do PSEUDISMO, modalidade praticada por 9 entre 10 acadêmicos e colunistas brasileiros.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    BRASIL LEVA MEDALHA DE OURO EM PSEUDISMO E AZEDUME!

    Como é gostoso ser brasileiro! É muita emoção, Brasil-il-il! O esporte de maior prestígio na nossa gloriosa nação acaba de ganhar Medalha de Ouro na Olimpíada do Rio! Tiro? Vôlei? Futebol? Nada disso! Estamos falando do PSEUDISMO, modalidade praticada por 9 entre 10 acadêmicos e colunistas brasileiros.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    BRASIL LEVA MEDALHA DE OURO EM PSEUDISMO E AZEDUME!

    Como é gostoso ser brasileiro! É muita emoção, Brasil-il-il! O esporte de maior prestígio na nossa gloriosa nação acaba de ganhar Medalha de Ouro na Olimpíada do Rio! Tiro? Vôlei? Futebol? Nada disso! Estamos falando do PSEUDISMO, modalidade praticada por 9 entre 10 acadêmicos e colunistas brasileiros.

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O TEMPO QUE AQUECE E FAZ QUEIMAR O QUE NÃO PODE SER MEDIDO

    readImage

    Olha quem voltou, gente! O seu, o meu, o nosso, o vosso CANTINHO DO PSEUDISMO!

    Como você sabe, essa seção é dedicada a todos os pseudos que enriquecem o glorioso debate nacional.

    E nesse inacreditável retorno, quem é que vai para o trono?! Hein? Ele, o carnavalesco, o gongórico, a glória uspiana, o ilustríssimo e tropicaliente filósofo VLADIMIR SAFATLE.

    Palmas pra ele que ele merece!

    —  O que você vai cantar pra gente hoje, meu filhoooo?

    — Eu vou tentar, como a ajuda dessa maravilhosa orquestra, “tempo, tempo, tempo, tempo”.

    — Boa sorte, meu filhoooooo!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O TEMPO QUE AQUECE E FAZ QUEIMAR O QUE NÃO PODE SER MEDIDO

    Olha quem voltou, gente! O seu, o meu, o nosso, o vosso CANTINHO DO PSEUDISMO!

    Como você sabe, essa seção é dedicada a todos os pseudos que enriquecem o glorioso debate nacional.

    E nesse inacreditável retorno, quem é que vai para o trono?! Hein? Ele, o carnavalesco, o gongórico, a glória uspiana, o ilustríssimo e tropicaliente filósofo VLADIMIR SAFATLE.

    Palmas pra ele que ele merece!

    —  O que você vai cantar pra gente hoje, meu filhoooo?

    — Eu vou tentar, como a ajuda dessa maravilhosa orquestra, “tempo, tempo, tempo, tempo”.

    — Boa sorte, meu filhoooooo!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O TEMPO QUE AQUECE E FAZ QUEIMAR O QUE NÃO PODE SER MEDIDO

    Olha quem voltou, gente! O seu, o meu, o nosso, o vosso CANTINHO DO PSEUDISMO!

    Como você sabe, essa seção é dedicada a todos os pseudos que enriquecem o glorioso debate nacional.

    E nesse inacreditável retorno, quem é que vai para o trono?! Hein? Ele, o carnavalesco, o gongórico, a glória uspiana, o ilustríssimo e tropicaliente filósofo VLADIMIR SAFATLE.

    Palmas pra ele que ele merece!

    —  O que você vai cantar pra gente hoje, meu filhoooo?

    — Eu vou tentar, como a ajuda dessa maravilhosa orquestra, “tempo, tempo, tempo, tempo”.

    — Boa sorte, meu filhoooooo!

    (mais…)

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O ESPÍRITO QUE ANDA LIVRE NO MEIO DO MATO

    facepalm-monkey-1

    Será o “Fantasma”, a imortal criação de Lee Falk? Né não, cabeção! É Gabriela.

    O pseudismo jamais decepciona. Jamais.

     

    “Aqui, Gabriela é a própria representação do feminino livre, ao querer ser uma mulher sem amarras ou imposições sociais, quase uma Pagu do Mato”

    LU BRITES, coreógrafa de “Gabriela –  O Musical”, em entrevista a UBIRATAN BRASIL in “Erotismo e Engajamento” no Caderno 2 (6 de maio de 2016)

     

    E AGORA A NECESSÁRIA TRADUÇÃO PSEUDISMO-PORTUGUÊS: Gabriela dá pra todo mundo.

     

     

     

     

     

     

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O ESPÍRITO QUE ANDA LIVRE NO MEIO DO MATO

    Será o “Fantasma”, a imortal criação de Lee Falk? Né não, cabeção! É Gabriela.

    O pseudismo jamais decepciona. Jamais.

     

    “Aqui, Gabriela é a própria representação do feminino livre, ao querer ser uma mulher sem amarras ou imposições sociais, quase uma Pagu do Mato”

    LU BRITES, coreógrafa de “Gabriela –  O Musical”, em entrevista a UBIRATAN BRASIL in “Erotismo e Engajamento” no Caderno 2 (6 de maio de 2016)

     

    E AGORA A NECESSÁRIA TRADUÇÃO PSEUDISMO-PORTUGUÊS: Gabriela dá pra todo mundo.

     

     

     

     

     

     

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

    O ESPÍRITO QUE ANDA LIVRE NO MEIO DO MATO

    Será o “Fantasma”, a imortal criação de Lee Falk? Né não, cabeção! É Gabriela.

    O pseudismo jamais decepciona. Jamais.

     

    “Aqui, Gabriela é a própria representação do feminino livre, ao querer ser uma mulher sem amarras ou imposições sociais, quase uma Pagu do Mato”

    LU BRITES, coreógrafa de “Gabriela –  O Musical”, em entrevista a UBIRATAN BRASIL in “Erotismo e Engajamento” no Caderno 2 (6 de maio de 2016)

     

    E AGORA A NECESSÁRIA TRADUÇÃO PSEUDISMO-PORTUGUÊS: Gabriela dá pra todo mundo.

     

     

     

     

     

     

    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
    Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone