• Categories
  • BANANEWS!

    REDATORES NÃO SABEM FAZER CONTA E RdB PARA!

    Recentemente, o melhor site de humor do mundo (talvez do Brasil), República dos Bananas, ficou parado porque sofreu um ataque dos acólitos de Soraião, o grande ditador da melhor Coréia. A primeira medida anti-hackers coreanos foi adicionar ao site senhas secretas contendo palavras que eles não poderiam conhecer os significados (liberdade_de_expressão; democracia; R3ST0-D0-MUND0, memes, etc).

    Não sendo isso suficiente, os meninos de programa do site, vulgo programadores, inseriram o pedido da solução de um pequeno problema matemático para que o login fosse efetivado. A medida foi boa, pois impediu os ataques, porém, o tiro saiu pela culatra, já que nenhum dos redatores foi capaz de resolver as continhas — só o Aran, que é o único integrante totalmente escolarizado do grupo.

    Soraião – aka O Grande Líder

    REDATORES NÃO SABEM FAZER CONTA E RdB PARA!

    Recentemente, o melhor site de humor do mundo (talvez do Brasil), República dos Bananas, ficou parado porque sofreu um ataque dos acólitos de Soraião, o grande ditador da melhor Coréia. A primeira medida anti-hackers coreanos foi adicionar ao site senhas secretas contendo palavras que eles não poderiam conhecer os significados (liberdade_de_expressão; democracia; R3ST0-D0-MUND0, memes, etc).

    Não sendo isso suficiente, os meninos de programa do site, vulgo programadores, inseriram o pedido da solução de um pequeno problema matemático para que o login fosse efetivado. A medida foi boa, pois impediu os ataques, porém, o tiro saiu pela culatra, já que nenhum dos redatores foi capaz de resolver as continhas — só o Aran, que é o único integrante totalmente escolarizado do grupo.

    Soraião – aka O Grande Líder

    [ssba]

    REDATORES NÃO SABEM FAZER CONTA E RdB PARA!

    Recentemente, o melhor site de humor do mundo (talvez do Brasil), República dos Bananas, ficou parado porque sofreu um ataque dos acólitos de Soraião, o grande ditador da melhor Coréia. A primeira medida anti-hackers coreanos foi adicionar ao site senhas secretas contendo palavras que eles não poderiam conhecer os significados (liberdade_de_expressão; democracia; R3ST0-D0-MUND0, memes, etc).

    Não sendo isso suficiente, os meninos de programa do site, vulgo programadores, inseriram o pedido da solução de um pequeno problema matemático para que o login fosse efetivado. A medida foi boa, pois impediu os ataques, porém, o tiro saiu pela culatra, já que nenhum dos redatores foi capaz de resolver as continhas — só o Aran, que é o único integrante totalmente escolarizado do grupo.

    Soraião – aka O Grande Líder

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/redatores-nao-sabem-fazer-conta-e-rdb-para/"]

    EXTRA! HENRIQUE MEIRELLES PEDE ORAÇÃO PELA ECONOMIA E O REPÚBLICA DOS BANANAS ATENDE

    Em primeira mão, o PIB Nosso, elaborado pela equipe de devotos republicano-bananeiros em intenção da Economia Brasileira.

    PIB nosso que não estás nos Céus
    Indexado seja o vosso nome
    Venha a nós a vossa renda
    Seja perfeita a rentabilidade
    O PROER nosso de cada dia, calculai hoje
    Perdoai as nossas dívidas
    Assim como nós perdoamos o calote dado
    Não nos deixeis cair em inflação
    Mas livrai-nos do caos, BACEN.

    EXTRA! HENRIQUE MEIRELLES PEDE ORAÇÃO PELA ECONOMIA E O REPÚBLICA DOS BANANAS ATENDE

    Em primeira mão, o PIB Nosso, elaborado pela equipe de devotos republicano-bananeiros em intenção da Economia Brasileira.

    PIB nosso que não estás nos Céus
    Indexado seja o vosso nome
    Venha a nós a vossa renda
    Seja perfeita a rentabilidade
    O PROER nosso de cada dia, calculai hoje
    Perdoai as nossas dívidas
    Assim como nós perdoamos o calote dado
    Não nos deixeis cair em inflação
    Mas livrai-nos do caos, BACEN.

    [ssba]

    EXTRA! HENRIQUE MEIRELLES PEDE ORAÇÃO PELA ECONOMIA E O REPÚBLICA DOS BANANAS ATENDE

    Em primeira mão, o PIB Nosso, elaborado pela equipe de devotos republicano-bananeiros em intenção da Economia Brasileira.

    PIB nosso que não estás nos Céus
    Indexado seja o vosso nome
    Venha a nós a vossa renda
    Seja perfeita a rentabilidade
    O PROER nosso de cada dia, calculai hoje
    Perdoai as nossas dívidas
    Assim como nós perdoamos o calote dado
    Não nos deixeis cair em inflação
    Mas livrai-nos do caos, BACEN.

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/extra-henrique-meirelles-pede-oracao-pela-economia-e-o-republica-dos-bananas-atende/"]

    República dos Bananas Boicota Exposição de Romero Britto

    Buscando publicidade barata e polêmica de baixo nível, o braço social do Coletivo República dos Bananas se une a respeitadas instituições como o Movimento Brasil Livre e a TFP – todas com pouca coisa útil para fazer na vida – com o objetivo de promover um boicote contra a exposição de Romero Britto organizada pelo Banco Rabobank International. “Banco que usa o nome de Rabo está querendo sacanagem” diz Renzo Mora, responsável pelo boicote.

    Mora acrescentou “Não faço isso por mim ou para buscar mídia gratuita”.

    Depois de posar nu para os fotógrafos – que sem seu conhecimento e, entre risotas maliciosas, o apelidaram de “A Nana Gouvêa dos Museus” – Mora complementou “Faço isso pelas crianças que são influenciáveis e podem pensar que saaporra é arte. Isso é basicamente um estrupro visual e estrupro de criança é pedofilia” disse, mostrando que valoriza os princípios morais e familiares e que desvaloriza a norma culta da língua portuguesa.

    O  Banco Rabobank International pediu desculpas pelo nome da instituição, por promover o trabalho de Britto e principalmente pela presença do artista multimídia Renzo Mora no espaço cultural da instituição completamente sem roupa.

    República dos Bananas Boicota Exposição de Romero Britto

    Buscando publicidade barata e polêmica de baixo nível, o braço social do Coletivo República dos Bananas se une a respeitadas instituições como o Movimento Brasil Livre e a TFP – todas com pouca coisa útil para fazer na vida – com o objetivo de promover um boicote contra a exposição de Romero Britto organizada pelo Banco Rabobank International. “Banco que usa o nome de Rabo está querendo sacanagem” diz Renzo Mora, responsável pelo boicote.

    Mora acrescentou “Não faço isso por mim ou para buscar mídia gratuita”.

    Depois de posar nu para os fotógrafos – que sem seu conhecimento e, entre risotas maliciosas, o apelidaram de “A Nana Gouvêa dos Museus” – Mora complementou “Faço isso pelas crianças que são influenciáveis e podem pensar que saaporra é arte. Isso é basicamente um estrupro visual e estrupro de criança é pedofilia” disse, mostrando que valoriza os princípios morais e familiares e que desvaloriza a norma culta da língua portuguesa.

    O  Banco Rabobank International pediu desculpas pelo nome da instituição, por promover o trabalho de Britto e principalmente pela presença do artista multimídia Renzo Mora no espaço cultural da instituição completamente sem roupa.

    [ssba]

    República dos Bananas Boicota Exposição de Romero Britto

    Buscando publicidade barata e polêmica de baixo nível, o braço social do Coletivo República dos Bananas se une a respeitadas instituições como o Movimento Brasil Livre e a TFP – todas com pouca coisa útil para fazer na vida – com o objetivo de promover um boicote contra a exposição de Romero Britto organizada pelo Banco Rabobank International. “Banco que usa o nome de Rabo está querendo sacanagem” diz Renzo Mora, responsável pelo boicote.

    Mora acrescentou “Não faço isso por mim ou para buscar mídia gratuita”.

    Depois de posar nu para os fotógrafos – que sem seu conhecimento e, entre risotas maliciosas, o apelidaram de “A Nana Gouvêa dos Museus” – Mora complementou “Faço isso pelas crianças que são influenciáveis e podem pensar que saaporra é arte. Isso é basicamente um estrupro visual e estrupro de criança é pedofilia” disse, mostrando que valoriza os princípios morais e familiares e que desvaloriza a norma culta da língua portuguesa.

    O  Banco Rabobank International pediu desculpas pelo nome da instituição, por promover o trabalho de Britto e principalmente pela presença do artista multimídia Renzo Mora no espaço cultural da instituição completamente sem roupa.

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/republica-dos-bananas-boicota-exposicao-de-romero-britto/"]

    EXTRA! EM PRIMEIRA MÃO, A CANÇÃO DE NINAR NA VERSÃO DE TAÍS ARAÚJO

    Nana neném
    Que x cucx vem pegar
    Papai foi pra zona rural garantir dignamente o sustento
    Mamãe foi se empoderar no mercado de trabalho
    Desce gatinho (mas por iniciativa própria, sem violência)
    De cima do telhado (que é masculino, apesar de telha ser feminino!)
    Pra ver se x criançx
    Dorme um sono sossegado

    EXTRA! EM PRIMEIRA MÃO, A CANÇÃO DE NINAR NA VERSÃO DE TAÍS ARAÚJO

    Nana neném
    Que x cucx vem pegar
    Papai foi pra zona rural garantir dignamente o sustento
    Mamãe foi se empoderar no mercado de trabalho
    Desce gatinho (mas por iniciativa própria, sem violência)
    De cima do telhado (que é masculino, apesar de telha ser feminino!)
    Pra ver se x criançx
    Dorme um sono sossegado

    [ssba]

    EXTRA! EM PRIMEIRA MÃO, A CANÇÃO DE NINAR NA VERSÃO DE TAÍS ARAÚJO

    Nana neném
    Que x cucx vem pegar
    Papai foi pra zona rural garantir dignamente o sustento
    Mamãe foi se empoderar no mercado de trabalho
    Desce gatinho (mas por iniciativa própria, sem violência)
    De cima do telhado (que é masculino, apesar de telha ser feminino!)
    Pra ver se x criançx
    Dorme um sono sossegado

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/extra-em-primeira-mao-a-cancao-de-ninar-na-versao-de-tais-araujo/"]

    HENRIQUE MEIRELLES EXPÕE METAS PARA O CRESCIMENTO, MAS MBL PROTESTA E CANCELA A EXPOSIÇÃO

    Achando as metas demasiado avantajadas e o crescimento bastante chocante, o Movimento Brasil Livre se escandalizou e conseguiu cancelar a exposição, patrocinada pelo Banco Central.

    HENRIQUE MEIRELLES EXPÕE METAS PARA O CRESCIMENTO, MAS MBL PROTESTA E CANCELA A EXPOSIÇÃO

    Achando as metas demasiado avantajadas e o crescimento bastante chocante, o Movimento Brasil Livre se escandalizou e conseguiu cancelar a exposição, patrocinada pelo Banco Central.

    [ssba]

    HENRIQUE MEIRELLES EXPÕE METAS PARA O CRESCIMENTO, MAS MBL PROTESTA E CANCELA A EXPOSIÇÃO

    Achando as metas demasiado avantajadas e o crescimento bastante chocante, o Movimento Brasil Livre se escandalizou e conseguiu cancelar a exposição, patrocinada pelo Banco Central.

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/henrique-meirelles-expoe-metas-para-o-crescimento-mas-mbl-protesta-e-cancela-a-exposicao/"]

    Justiça Decreta Prisão do Brasil para País Deixar de Ser Trouxa

    Diante da constatação de que o Brasil continua votando em Calheiros, Jucá e Geddel; chamando político de mito e ouvindo sertanejo como se fosse música, a justiça decretou sua prisão provisória para ver se o país “se liga e deixa de ser idiota”, conforme se lê na sentença.

    O conhecido “Gigante Adormecido” dividirá a cela com o ejaculador do ônibus. “Quem sabe com uma porrada no pescoço ele aprende” disse o juiz.

    “A recuperação é pouco provável, mas alguma coisa tinha que ser feita” declararam as autoridades.

    Justiça Decreta Prisão do Brasil para País Deixar de Ser Trouxa

    Diante da constatação de que o Brasil continua votando em Calheiros, Jucá e Geddel; chamando político de mito e ouvindo sertanejo como se fosse música, a justiça decretou sua prisão provisória para ver se o país “se liga e deixa de ser idiota”, conforme se lê na sentença.

    O conhecido “Gigante Adormecido” dividirá a cela com o ejaculador do ônibus. “Quem sabe com uma porrada no pescoço ele aprende” disse o juiz.

    “A recuperação é pouco provável, mas alguma coisa tinha que ser feita” declararam as autoridades.

    [ssba]

    Justiça Decreta Prisão do Brasil para País Deixar de Ser Trouxa

    Diante da constatação de que o Brasil continua votando em Calheiros, Jucá e Geddel; chamando político de mito e ouvindo sertanejo como se fosse música, a justiça decretou sua prisão provisória para ver se o país “se liga e deixa de ser idiota”, conforme se lê na sentença.

    O conhecido “Gigante Adormecido” dividirá a cela com o ejaculador do ônibus. “Quem sabe com uma porrada no pescoço ele aprende” disse o juiz.

    “A recuperação é pouco provável, mas alguma coisa tinha que ser feita” declararam as autoridades.

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/justica-decreta-prisao-do-brasil-para-deixar-de-ser-trouxa/"]

    GILMAR MANDA SOLTAR GEDDEL: “SUAS DIGITAIS NAS CÉDULAS ERAM SÓ UM LANCE DE PELE, NADA MUITO PROFUNDO”

    Além disso, o magistrado alertou que as centenas de indícios da presença do ex-ministro no apartamento não querem dizer que ele frequentasse o local, acrescentando: “por exemplo, no que depender da opinião pública eu vivo indo à puta que pariu, mas não tenho apartamento nenhum lá”.

    GILMAR MANDA SOLTAR GEDDEL: “SUAS DIGITAIS NAS CÉDULAS ERAM SÓ UM LANCE DE PELE, NADA MUITO PROFUNDO”

    Além disso, o magistrado alertou que as centenas de indícios da presença do ex-ministro no apartamento não querem dizer que ele frequentasse o local, acrescentando: “por exemplo, no que depender da opinião pública eu vivo indo à puta que pariu, mas não tenho apartamento nenhum lá”.

    [ssba]

    GILMAR MANDA SOLTAR GEDDEL: “SUAS DIGITAIS NAS CÉDULAS ERAM SÓ UM LANCE DE PELE, NADA MUITO PROFUNDO”

    Além disso, o magistrado alertou que as centenas de indícios da presença do ex-ministro no apartamento não querem dizer que ele frequentasse o local, acrescentando: “por exemplo, no que depender da opinião pública eu vivo indo à puta que pariu, mas não tenho apartamento nenhum lá”.

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/gilmar-manda-soltar-geddel-suas-digitais-nas-cedulas-eram-so-um-lance-de-pele-nada-muito-profundo/"]

    Coolidge – o Maior Artista do Século

    Você provavelmente nunca ouviu falar de Cassius Marcellus Coolidge.
    Não faz mal, ele também morreu sem saber quem você era.
    Bem, voltando ao Coolidge, ele é simplesmente o mais importante artista plástico do século XX e também um dos mais injustiçados.
    Coolidge é um destes artistas malditos, cuja obra é tão importante que acabou eclipsando o artista.
    Coolidge nasceu nos Estados Unidos, em 1844 – quase quarenta anos antes que seu maior rival, Pablo Picasso. Este gap provavelmente ajudou Picasso a se tornar mais célebre que Coolidge – única explicação possível, já que a obra do segundo é em todos os aspectos superior ao do superestimado espanhol.
    O que caracteriza o grande artista é a sua capacidade de reinterpretar/reinventar o mundo, esta possibilidade de olhar a realidade e transmutá-la de acordo com as engenhosas e intrincadas exigências de sua criatividade.
    Em 1907 Picasso deu o passo inicial para o cubismo, com as Demoiselles d’Avignon, mostrando as prostitutas de um bordel parisiense. Nele, as moças de vida fácil se fundem com máscaras africanas, naquilo que pretensamente estaria revolucionando a arte de então e que abriu caminho para uma porrada de picaretas ficarem desenhando caixinhas escrotas com nomes pretensiosos, enchendo o saco de gerações de incautos, obrigados pelas namoradas a incluir museus de arte moderna em viagens pela Europa, enquanto eles preferiam estar no Shopping Center comprando coletâneas do Richard Clayderman para mostrar aos amigos que têm bom gosto e sabem apreciar música instrumental de qualidade – o que os separa dos filisteus.
    Picasso foi o principal criador dos quadros para os quais você olha e pensa secretamente “porra, meu sobrinho de seis anos faz a mesma coisa”
    Nada que se compare com o trabalho de Coolidge, que nos anos 20 criou a série dos cães que jogam poker, uma das imagens mais revolucionárias, inovadoras e marcantes do século passado.
    Enquanto Picasso, reconhecidamente misógino, reduzia as prostitutas a figuras quase inumanas, reforçando o conceito de mulher coisificada, mero objeto para prazer do priápico pintor, Coolidge se preocupava com os efeitos perversos do jogo e seu poder de reduzir o viciado a um mero animal, perdendo sua capacidade de arbítrio – revelando uma piedade pela espécie humana que Picasso não exibiu em nenhum momento de seus noventa anos de vida.
    A compaixão de Coolidge pelos jogadores compulsivos gerou uma imagem tão poderosa que por um momento esquecemos que os cachorros – mesmo os mais intensamente treinados – não conseguem sentar em cadeiras, quanto mais segurar cartas de baralho e fumar charutos ou cachimbos, o que nos dá uma dimensão da dificuldade do trabalho do autor em conceber a composição pictórica que alterou para sempre as artes plásticas.
    Coolidge morreu em 1937, na casa dos noventa anos – assim como Picasso. Enquanto o espanhol continuou trabalhando incessantemente, gradativamente infantilizando/simplificando seu trabalho, produzindo muito para gerar caixa que financiasse suas extravagâncias, castelos na Europa e o cacete, Coolidge se negou a prostituir sua arte e parou no auge.
    Mais uma coisa: Coolidge também foi o inventor daqueles quadros de circo com espaço para encaixar a cabeça, que fazem parte da história de nossas vidas (Quem de nós não tem uma foto com o corpo do homem forte? Você não tem ? Porra, você é infeliz pra cacete, hein…) e que, de alguma forma, inaugurou o conceito de arte interagindo com o público e foi uma das instalações de maior sucesso de seu tempo, mesmo antes da palavra instalação se tornar popular entre os críticos.
    Mesmo assim, Coolidge não é encontrado no MOMA de NY, o MASP não tem uma retrospectiva Coolidge, não existem livros com análises de seu trabalho.
    Talvez seja melhor assim.
    Talvez o lugar de sua obra seja em nossos corações, e não nas salas frias dos museus. Mas talvez ele se orgulhe de saber – onde quer que sua alma atormentada esteja – que muitas pessoas, como eu, cada vez que vêem um cão imediatamente o imaginam com uma quadra de reis nas mãos e um charuto na boca.

    Coolidge – o Maior Artista do Século

    Você provavelmente nunca ouviu falar de Cassius Marcellus Coolidge.
    Não faz mal, ele também morreu sem saber quem você era.
    Bem, voltando ao Coolidge, ele é simplesmente o mais importante artista plástico do século XX e também um dos mais injustiçados.
    Coolidge é um destes artistas malditos, cuja obra é tão importante que acabou eclipsando o artista.
    Coolidge nasceu nos Estados Unidos, em 1844 – quase quarenta anos antes que seu maior rival, Pablo Picasso. Este gap provavelmente ajudou Picasso a se tornar mais célebre que Coolidge – única explicação possível, já que a obra do segundo é em todos os aspectos superior ao do superestimado espanhol.
    O que caracteriza o grande artista é a sua capacidade de reinterpretar/reinventar o mundo, esta possibilidade de olhar a realidade e transmutá-la de acordo com as engenhosas e intrincadas exigências de sua criatividade.
    Em 1907 Picasso deu o passo inicial para o cubismo, com as Demoiselles d’Avignon, mostrando as prostitutas de um bordel parisiense. Nele, as moças de vida fácil se fundem com máscaras africanas, naquilo que pretensamente estaria revolucionando a arte de então e que abriu caminho para uma porrada de picaretas ficarem desenhando caixinhas escrotas com nomes pretensiosos, enchendo o saco de gerações de incautos, obrigados pelas namoradas a incluir museus de arte moderna em viagens pela Europa, enquanto eles preferiam estar no Shopping Center comprando coletâneas do Richard Clayderman para mostrar aos amigos que têm bom gosto e sabem apreciar música instrumental de qualidade – o que os separa dos filisteus.
    Picasso foi o principal criador dos quadros para os quais você olha e pensa secretamente “porra, meu sobrinho de seis anos faz a mesma coisa”
    Nada que se compare com o trabalho de Coolidge, que nos anos 20 criou a série dos cães que jogam poker, uma das imagens mais revolucionárias, inovadoras e marcantes do século passado.
    Enquanto Picasso, reconhecidamente misógino, reduzia as prostitutas a figuras quase inumanas, reforçando o conceito de mulher coisificada, mero objeto para prazer do priápico pintor, Coolidge se preocupava com os efeitos perversos do jogo e seu poder de reduzir o viciado a um mero animal, perdendo sua capacidade de arbítrio – revelando uma piedade pela espécie humana que Picasso não exibiu em nenhum momento de seus noventa anos de vida.
    A compaixão de Coolidge pelos jogadores compulsivos gerou uma imagem tão poderosa que por um momento esquecemos que os cachorros – mesmo os mais intensamente treinados – não conseguem sentar em cadeiras, quanto mais segurar cartas de baralho e fumar charutos ou cachimbos, o que nos dá uma dimensão da dificuldade do trabalho do autor em conceber a composição pictórica que alterou para sempre as artes plásticas.
    Coolidge morreu em 1937, na casa dos noventa anos – assim como Picasso. Enquanto o espanhol continuou trabalhando incessantemente, gradativamente infantilizando/simplificando seu trabalho, produzindo muito para gerar caixa que financiasse suas extravagâncias, castelos na Europa e o cacete, Coolidge se negou a prostituir sua arte e parou no auge.
    Mais uma coisa: Coolidge também foi o inventor daqueles quadros de circo com espaço para encaixar a cabeça, que fazem parte da história de nossas vidas (Quem de nós não tem uma foto com o corpo do homem forte? Você não tem ? Porra, você é infeliz pra cacete, hein…) e que, de alguma forma, inaugurou o conceito de arte interagindo com o público e foi uma das instalações de maior sucesso de seu tempo, mesmo antes da palavra instalação se tornar popular entre os críticos.
    Mesmo assim, Coolidge não é encontrado no MOMA de NY, o MASP não tem uma retrospectiva Coolidge, não existem livros com análises de seu trabalho.
    Talvez seja melhor assim.
    Talvez o lugar de sua obra seja em nossos corações, e não nas salas frias dos museus. Mas talvez ele se orgulhe de saber – onde quer que sua alma atormentada esteja – que muitas pessoas, como eu, cada vez que vêem um cão imediatamente o imaginam com uma quadra de reis nas mãos e um charuto na boca.

    [ssba]

    Coolidge – o Maior Artista do Século

    Você provavelmente nunca ouviu falar de Cassius Marcellus Coolidge.
    Não faz mal, ele também morreu sem saber quem você era.
    Bem, voltando ao Coolidge, ele é simplesmente o mais importante artista plástico do século XX e também um dos mais injustiçados.
    Coolidge é um destes artistas malditos, cuja obra é tão importante que acabou eclipsando o artista.
    Coolidge nasceu nos Estados Unidos, em 1844 – quase quarenta anos antes que seu maior rival, Pablo Picasso. Este gap provavelmente ajudou Picasso a se tornar mais célebre que Coolidge – única explicação possível, já que a obra do segundo é em todos os aspectos superior ao do superestimado espanhol.
    O que caracteriza o grande artista é a sua capacidade de reinterpretar/reinventar o mundo, esta possibilidade de olhar a realidade e transmutá-la de acordo com as engenhosas e intrincadas exigências de sua criatividade.
    Em 1907 Picasso deu o passo inicial para o cubismo, com as Demoiselles d’Avignon, mostrando as prostitutas de um bordel parisiense. Nele, as moças de vida fácil se fundem com máscaras africanas, naquilo que pretensamente estaria revolucionando a arte de então e que abriu caminho para uma porrada de picaretas ficarem desenhando caixinhas escrotas com nomes pretensiosos, enchendo o saco de gerações de incautos, obrigados pelas namoradas a incluir museus de arte moderna em viagens pela Europa, enquanto eles preferiam estar no Shopping Center comprando coletâneas do Richard Clayderman para mostrar aos amigos que têm bom gosto e sabem apreciar música instrumental de qualidade – o que os separa dos filisteus.
    Picasso foi o principal criador dos quadros para os quais você olha e pensa secretamente “porra, meu sobrinho de seis anos faz a mesma coisa”
    Nada que se compare com o trabalho de Coolidge, que nos anos 20 criou a série dos cães que jogam poker, uma das imagens mais revolucionárias, inovadoras e marcantes do século passado.
    Enquanto Picasso, reconhecidamente misógino, reduzia as prostitutas a figuras quase inumanas, reforçando o conceito de mulher coisificada, mero objeto para prazer do priápico pintor, Coolidge se preocupava com os efeitos perversos do jogo e seu poder de reduzir o viciado a um mero animal, perdendo sua capacidade de arbítrio – revelando uma piedade pela espécie humana que Picasso não exibiu em nenhum momento de seus noventa anos de vida.
    A compaixão de Coolidge pelos jogadores compulsivos gerou uma imagem tão poderosa que por um momento esquecemos que os cachorros – mesmo os mais intensamente treinados – não conseguem sentar em cadeiras, quanto mais segurar cartas de baralho e fumar charutos ou cachimbos, o que nos dá uma dimensão da dificuldade do trabalho do autor em conceber a composição pictórica que alterou para sempre as artes plásticas.
    Coolidge morreu em 1937, na casa dos noventa anos – assim como Picasso. Enquanto o espanhol continuou trabalhando incessantemente, gradativamente infantilizando/simplificando seu trabalho, produzindo muito para gerar caixa que financiasse suas extravagâncias, castelos na Europa e o cacete, Coolidge se negou a prostituir sua arte e parou no auge.
    Mais uma coisa: Coolidge também foi o inventor daqueles quadros de circo com espaço para encaixar a cabeça, que fazem parte da história de nossas vidas (Quem de nós não tem uma foto com o corpo do homem forte? Você não tem ? Porra, você é infeliz pra cacete, hein…) e que, de alguma forma, inaugurou o conceito de arte interagindo com o público e foi uma das instalações de maior sucesso de seu tempo, mesmo antes da palavra instalação se tornar popular entre os críticos.
    Mesmo assim, Coolidge não é encontrado no MOMA de NY, o MASP não tem uma retrospectiva Coolidge, não existem livros com análises de seu trabalho.
    Talvez seja melhor assim.
    Talvez o lugar de sua obra seja em nossos corações, e não nas salas frias dos museus. Mas talvez ele se orgulhe de saber – onde quer que sua alma atormentada esteja – que muitas pessoas, como eu, cada vez que vêem um cão imediatamente o imaginam com uma quadra de reis nas mãos e um charuto na boca.

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/coolidge-o-maior-artista-do-seculo/"]

    Anão é preso por ejacular em mini-van

    Depois do punheteiro do ônibus, anão é preso por ejacular na canela das pessoas em vans de transporte. Ele foi encaminhado ao tribunal de pequenas causas, mas, como no caso mais famoso, já foi liberado. Segundo o juiz, a soltura se deu por que o dano causado não foi considerado grande o suficiente, e ter sido um constrangimento menor.

    Em ambos os casos, a pergunta que não quer calar é como esses caras batem punheta sem ninguém perceber?

    Anão é preso por ejacular em mini-van

    Depois do punheteiro do ônibus, anão é preso por ejacular na canela das pessoas em vans de transporte. Ele foi encaminhado ao tribunal de pequenas causas, mas, como no caso mais famoso, já foi liberado. Segundo o juiz, a soltura se deu por que o dano causado não foi considerado grande o suficiente, e ter sido um constrangimento menor.

    Em ambos os casos, a pergunta que não quer calar é como esses caras batem punheta sem ninguém perceber?

    [ssba]

    Anão é preso por ejacular em mini-van

    Depois do punheteiro do ônibus, anão é preso por ejacular na canela das pessoas em vans de transporte. Ele foi encaminhado ao tribunal de pequenas causas, mas, como no caso mais famoso, já foi liberado. Segundo o juiz, a soltura se deu por que o dano causado não foi considerado grande o suficiente, e ter sido um constrangimento menor.

    Em ambos os casos, a pergunta que não quer calar é como esses caras batem punheta sem ninguém perceber?

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/anao-e-preso-por-ejacular-em-mini-van/"]

    Fufuca não faz fufuca nenhuma!

     

    A primeira sessão da Câmara dos Deputados presidida por Fufuca, não deu em nada.

    Nenhuma fufuca foi votada, e os deputados não entraram em acordo sobre qual fufuca colocar em votação. Alguns deputados ainda fufucavam pelos cantos do plenário, quando Fufuca convocou para uma última tentativa de fufuca, mas não obteve êxito.

    – É difícil. Estamos tentando colocar fufucas para votação, mas o deputados não entram em fufuca sobre quais fufucas podem ser fufucadas. Espero que até a volta do presidente, que está em fufuca na China, a gente possa discutir fufucas ou até fufucas, já que nós, deputados, precisamos mostrar fufuca para os eleitores, que esperam de nós mais fufucas do que temos fufucado. – Declarou Fufuca para uma turma de fufucadores de vários jornais.

    Ainda está reservada mais uma data onde os deputados fufucarão as fufucas e tentarão fufucar a fufucaiada mesmo que seja por margem apertada de fufucas.

    Fufuca.

    Fufuca não faz fufuca nenhuma!

     

    A primeira sessão da Câmara dos Deputados presidida por Fufuca, não deu em nada.

    Nenhuma fufuca foi votada, e os deputados não entraram em acordo sobre qual fufuca colocar em votação. Alguns deputados ainda fufucavam pelos cantos do plenário, quando Fufuca convocou para uma última tentativa de fufuca, mas não obteve êxito.

    – É difícil. Estamos tentando colocar fufucas para votação, mas o deputados não entram em fufuca sobre quais fufucas podem ser fufucadas. Espero que até a volta do presidente, que está em fufuca na China, a gente possa discutir fufucas ou até fufucas, já que nós, deputados, precisamos mostrar fufuca para os eleitores, que esperam de nós mais fufucas do que temos fufucado. – Declarou Fufuca para uma turma de fufucadores de vários jornais.

    Ainda está reservada mais uma data onde os deputados fufucarão as fufucas e tentarão fufucar a fufucaiada mesmo que seja por margem apertada de fufucas.

    Fufuca.

    [ssba]

    Fufuca não faz fufuca nenhuma!

    Fufuca não faz fufuca nenhuma!

     

    A primeira sessão da Câmara dos Deputados presidida por Fufuca, não deu em nada.

    Nenhuma fufuca foi votada, e os deputados não entraram em acordo sobre qual fufuca colocar em votação. Alguns deputados ainda fufucavam pelos cantos do plenário, quando Fufuca convocou para uma última tentativa de fufuca, mas não obteve êxito.

    – É difícil. Estamos tentando colocar fufucas para votação, mas o deputados não entram em fufuca sobre quais fufucas podem ser fufucadas. Espero que até a volta do presidente, que está em fufuca na China, a gente possa discutir fufucas ou até fufucas, já que nós, deputados, precisamos mostrar fufuca para os eleitores, que esperam de nós mais fufucas do que temos fufucado. – Declarou Fufuca para uma turma de fufucadores de vários jornais.

    Ainda está reservada mais uma data onde os deputados fufucarão as fufucas e tentarão fufucar a fufucaiada mesmo que seja por margem apertada de fufucas.

    Fufuca.

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/fufuca-nao-faz-fufuca-nenhuma/"]

    OS POEMAS MAIS ROMÂNTICOS DO ESTADO ISLÂMICO PARA MOTIVAR O JIHADISTA

    Deu no jornal: o grupo terrorista Estado Islâmico, também conhecido como ISIS, tem um departamento de poesia.

    Sim! Apesar de explodir coisas, decapitar prisioneiros e atropelar pessoas, os terroristas são criaturas sensíveis e delicadas.

    Sempre interessado nas manifestações culturais sociopatas, o REPÚBLICA DOS BANANAS fez um skype com o ISIS e apresenta, com exclusividade mundial, o melhor da poesia terrorista.

    Divirta-se!

    (more…)

    OS POEMAS MAIS ROMÂNTICOS DO ESTADO ISLÂMICO PARA MOTIVAR O JIHADISTA

    Deu no jornal: o grupo terrorista Estado Islâmico, também conhecido como ISIS, tem um departamento de poesia.

    Sim! Apesar de explodir coisas, decapitar prisioneiros e atropelar pessoas, os terroristas são criaturas sensíveis e delicadas.

    Sempre interessado nas manifestações culturais sociopatas, o REPÚBLICA DOS BANANAS fez um skype com o ISIS e apresenta, com exclusividade mundial, o melhor da poesia terrorista.

    Divirta-se!

    (more…)

    [ssba]

    OS POEMAS MAIS ROMÂNTICOS DO ESTADO ISLÂMICO PARA MOTIVAR O JIHADISTA

    Deu no jornal: o grupo terrorista Estado Islâmico, também conhecido como ISIS, tem um departamento de poesia.

    Sim! Apesar de explodir coisas, decapitar prisioneiros e atropelar pessoas, os terroristas são criaturas sensíveis e delicadas.

    Sempre interessado nas manifestações culturais sociopatas, o REPÚBLICA DOS BANANAS fez um skype com o ISIS e apresenta, com exclusividade mundial, o melhor da poesia terrorista.

    Divirta-se!

    (more…)

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/os-poemas-mais-romanticos-do-estado-islamico-para-motivar-o-jihadista/"]

    REPÚBLICA DOS BANANAS OUVIU O NOVO DISCO DO CHICO BUARQUE FAIXA A FAIXA

    Atendendo aos insistentes apelos da nossa leitora Suellen Tanajura, que mora no Jardim América,  ouvimos o novo disco do fabuloso Chico Buarque, “Caravanas“, e fizemos uma avaliação faixa a faixa.

    1. Tua Cantiga: bosta

    2. Blues para Bia: bosta

    3. A moça do sonho: bosta

    4. Jogo de Bola: bosta

    5. Massarandupió: bosta

    6. Dueto: bosta

    7. Casualmente: bosta

    8. Desaforos: bosta

    9. As caravanas: merda

     

    REPÚBLICA DOS BANANAS OUVIU O NOVO DISCO DO CHICO BUARQUE FAIXA A FAIXA

    Atendendo aos insistentes apelos da nossa leitora Suellen Tanajura, que mora no Jardim América,  ouvimos o novo disco do fabuloso Chico Buarque, “Caravanas“, e fizemos uma avaliação faixa a faixa.

    1. Tua Cantiga: bosta

    2. Blues para Bia: bosta

    3. A moça do sonho: bosta

    4. Jogo de Bola: bosta

    5. Massarandupió: bosta

    6. Dueto: bosta

    7. Casualmente: bosta

    8. Desaforos: bosta

    9. As caravanas: merda

     

    [ssba]

    REPÚBLICA DOS BANANAS OUVIU O NOVO DISCO DO CHICO BUARQUE FAIXA A FAIXA

    Atendendo aos insistentes apelos da nossa leitora Suellen Tanajura, que mora no Jardim América,  ouvimos o novo disco do fabuloso Chico Buarque, “Caravanas“, e fizemos uma avaliação faixa a faixa.

    1. Tua Cantiga: bosta

    2. Blues para Bia: bosta

    3. A moça do sonho: bosta

    4. Jogo de Bola: bosta

    5. Massarandupió: bosta

    6. Dueto: bosta

    7. Casualmente: bosta

    8. Desaforos: bosta

    9. As caravanas: merda

     

    [ssba url="http://www.republicadosbananas.com.br/republica-dos-bananas-ouviu-o-novo-disco-do-chico-buarque-faixa-a-faixa/"]